Palermice de Bacalhau

Junho 20, 2008

Enquanto fico velho – Sobre capital social (I)

Filed under: Economia,Política,Portugal — Paulo Rosário @ 9:48 am

As visitas a casas de amigos caíram 35% nos últimos 25 anos nos EUA. Estes números não me costumavam preocupar, e lembro-me bem que quando tive de estudar o “capital social” todo aquele discurso me pareceu extremamente ideológico e altamente irrelevante. No entanto à medida que vou ganhando rugas, quilos e dores nas costas a questão começa-me a preocupar e a tornar-se interessante. O momento de viragem neste debate foi o artigo/livro de Robert Putman, “Bowling Alone”, que começa, ao que parece, com esta premissa: Nunca houve tantos jogadores de bowling, no entanto cada vez há menos ligas de bowling. Um facto paradoxal já que o bowling, nos EUA, é um jogo com uma alta componente social. A solução do paradoxo? Cada vez há mais americanos a jogarem bowling sozinhos, e esta acaba por ser a metáfora da quebra do capital social.

Embora não conheça estudos sobre capital social em Portugal, acredito que a tendência dos números não devam divergir muito da dos americanos. Vejamos, em vinte cinco anos, os jantares em família decresceram 43%, a participação em clubes e reuniões 58%. Podemos argumentar que isto é devido a um novo “estilo de vida”, mas fica sempre a questão vale a pena este novo estilo de vida? Além de que é difícil acreditar nesse argumento, já que a semana média de trabalho tem vindo a decrescer ao longo das últimas décadas. Gostava de ter uma solução, mas não tenho, pelo que fico pela preocupação.

Um último facto,

“Every ten minutes of commuting reduces all forms of social capital by 10%”

Basta olhar para a volta de Lisboa e fazer as contas. Alguém quer acrescentar algo?

(creio que será um tama a continuar, nomeadamente com possiveís consequências económicas)

Anúncios

1 Comentário »

  1. Não posso adicionar muito mais ao que foi dito, e devo concordar inteiramente com a evolução descrita.
    Houve uns comentários a dias sobre socialização via MSN ou Bola.

    Se categorizar todas as acções dos serves humanos como pertencentes a categoria de “MSN” ou categoria de “Bola” vê-se que a primeira tem vindo a ganhar posição nas últimas duas décadas. Talvez uma das razões é o aumento o proteccionismo sentido por todos e a salvaguardo no próprio ser contra os “malditos” terroristas, epidemias, e pedófilos em cada esquina.
    Por exemplo num dos filmes de Michael Moore os americanos de uma aldeia de Texas sentiam profundamente ameaçados pelos terroristas. E não repararam que os 3 mil mortos nas torres gemeas causaram muito mais perturbação nas pessoas do que os últimos terramotos na china com 10 mil mortos, ou os que morrem diariamente em africa.

    Comentar por Mr. George — Junho 20, 2008 @ 4:25 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: